SBOT fará programa para adequar qualificação à evolução da Ortopedia

Posted on

Começa nesta sexta-feira, simultaneamente em 13 Estados, o curso de reciclagem ministrado pelos especialistas da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia – SBOT – para reciclar o conhecimento dos ortopedistas. Nos dias 20 e 21 o curso será oferecido nos 13 Estados restantes e no Distrito Federal, cada curso com seis aulas e mais discussão de casos específicos.

O secretário geral da SBOT, Marcelo Mercadante, explica que a evolução da Ortopedia com novos procedimentos, drogas mais eficazes, fruto de recentes pesquisas, inovações cirúrgicas e mesmo instrumental evolui depressa. “De tempos em tempos é desejo dos especialistas reuniões para reciclagem dos conhecimentos, permitindo a todos ficar ao par do chamado ‘estado da arte’. Nestes cursos, ocorrem debates e trocas de experiências que deixam os ortopedistas tão capacitados como aqueles que trabalham nos países mais desenvolvidos”, acrescenta.

“Ao contrário do governo federal, que não admitiu que os médicos estrangeiros recém-chegados fossem submetidos ao ‘Revalida’ para validar seus conhecimentos, ortopedistas brasileiros expõem-se aos seus pares comprovando e adequando, quando necessário, o conhecimento e sua capacitação”, lembra Marcelo Mercadante. Os programas como esses de Educação Continuada, idealizados e supervisionados pela SBOT, capacitam especialistas para a população.

O médico esclarece que a Ortopedia tem 12 sub-especialidades: Cirurgia da Mão, do Joelho, Ortopedia Pediátrica, Patologia do Quadril, da Coluna Vertebral, Oncologia Ortopédica, Traumatologia Ortopédica, Ombro e Cotovelo, Pé e Tornozelo, Doenças Osteometabólicas, Reconstrução e Alongamento Ósseo e Medicina Esportiva. As sociedades estaduais – Regionais da SBOT – fizeram enquetes entre seus associados, para escolher quais áreas deveriam ser enfocadas nos cursos intensivos com duração de dois dias.

Cada Estado receberá professores escolhidos entre os mais experientes do Brasil, que nesta sexta-feira e no sábado apresentarão dois cursos intensivos em cada Estado no local escolhido, centrando-se em três temas de preferência dos ortopedistas locais. As despesas de transporte e acomodação dos professores correm por conta da SBOT e das regionais e, em cada Estado o curso será ministrado em local pré-escolhido, hotéis, associações médicas ou na própria sede da regional, conforme adequação e características locais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *