Notícias »
Dr. César oferece suporte aos futuros craques do Timão

Dr. César presta suporte para o TimãoMatéria sobre atuação do Dr. César de César Netto no Sport Club Corinthians Paulista:

Dentro e fora do campo, o departamento de Formação de Atletas do Sport Club Corinthians Paulista preza pela máxima qualidade no desenvolvimento dos futuros craques do Timão. O cuidado com a saúde dos atletas das categorias de base é prioridade. Formado na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo com residência médica em ortopedia e traumatologia, além de especialização em cirurgia do pé e tornozelo, o sempre apaixonado por futebol, Dr. César, no Corinthians desde janeiro de 2011, explica como funciona a rotina de um médico responsável por atender os pequenos craques.

Sob a chefia do Dr. Eures, o DM é formado por outros dois médicos além do Dr. César: Dr. Giulio e Dr. Marcelo, que revezam escala no departamento durante a semana e também nos plantões para acompanhar as equipes nos jogos. Geralmente, as competições dos atletas das categorias de base têm curta duração, com jogos decisivos quase todos os dias e, consequentemente, exigem um desempenho de alta intensidade; dessa forma, o desgaste da garotada precisa de atenção redobrada.

“Nas viagens, eles acabam tendo lesões e necessitam de tratamento intensivo para poderem estar à disposição para o jogo seguinte. De maneira geral, já realizamos logo após as partidas uma entrevista com os atletas, questionando a presença de dores e lesões. Uma vez feito o diagnóstico, iniciamos o tratamento com medicação, crioterapia (gelo) e outras terapias de recuperação passíveis de serem realizadas. O atleta fica no limite, tendo que vencer a dor e se recuperar em um pequeno período de tempo. Obviamente que com responsabilidade, não forçamos ninguém a jogar ‘no sacrifício’. Quando a lesão é mais seria, tiramos do jogo, do torneio, se necessário. A saúde do atleta sempre em primeiro lugar”, explica Dr. César.

Na rotina de profissionais que lidam com garotos de 10 a 20 anos, surge também uma relação pessoal. “Você muitas vezes atua não só como medico, mas como “psicólogo”, conselheiro. meio que um paizão. Tem que saber lidar com os medos, os interesses, a ansiedade do atleta. Acaba-se formando na maioria das vezes uma “amizade” sempre respeitando a atuação e as decisões profissionais”.

Atualmente cursando Doutorado, além da vida acadêmica, Dr. César pretende seguir carreira no clube. “Acho que a medicina na categoria de base é um desafio muito interessante e com grande horizonte para melhorar. Tudo tem sua hora. E um dia se houver oportunidade e eu for merecedor, chegar ao profissional do Corinthians. Gostaria de agradecer inicialmente ao Fernando Alba e sua diretoria assim como ao De Joaquim Grava pela oportunidade e apoio no dia-a-dia. Aos meus colegas Dr Eures Facci, Dr Giulio e Dr Marcelo Sarraf. Aos fisioterapeutas Bruno Gorgatte e Douglas Tofolli que são fundamentais para o serviço. E a todos os atletas e membros de comissão técnica, que tive o prazer de conhecer e trabalhar”, finalizou.

Link para o artigo original aqui.