Fasceíte Plantar (“Esporão Calcâneo”)

Posted on
tratamento fasceite plantar sao paulo
Estresse e impacto durante caminhada, principalmente sem utilização de calçado adequado e em terrenos endurecidos.


Você sente dores em pontada na sola do pé, principalmente na região do calcanhar?

Por acaso essa dor piora com o passar do dia?

Estas são queixas frequentes em pacientes com diagnóstico de fasceíte plantar.

(Tratamento Fasceíte Plantar em São Paulo, SP – Clínica Movere)

Ela ocorre quando um importante e forte tecido da região plantar do pé está inflamado ou irritado.

A fáscia plantar tende a se contrair quando a pessoa dorme e por isso frequentemente a dor é intensa após períodos de sono ou de manutenção na posição sentada por algum período de tempo.

O que causa a fasceíte plantar?

A fáscia plantar possui como função absorver grandes quantidades de estresses e cargas. No entanto, em algumas pessoas uma carga exagerada na região pode inflamar o tecido e levar a dor na região do calcanhar.

 

As principais causas de aumento do estresse na região são:

  • Alterações da anatomia
    • Pessoas com pé plano (“pé chato”), pé cavo (arco longitudinal do pé elevado) e com encurtamento da musculatura posterior da panturrilha podem também aumentar a quantidade de estresse e de cargas na região da fáscia plantar.
  • Overuse” ou Uso Excessivo
    • Fasceíte plantar é mais comum em praticantes de caminhadas e corridas. Pessoas que ficam por longos períodos de pé ou andando em terrenos endurecidos também possuem maior chance de desenvolver a doença.
  • Utilização de calçados “inadequados”
    • Dor na região do calcanhar ocorre frequentemente em pessoas que utilizam calçados de tamanho impróprio ou que não possuem acolchoamento e suporte adequados.
fasceite2
Ponto Principal da dor e sua frequente irradiação.

O tratamento consiste basicamente de:

  • Exercícios de alongamento específicos para encurtamento de músculos do pé e da panturrilha.
  • Utilização de medicamentos anti-inflamatórios (sob orientação médica).
  • Utilização de calçados com suporte e acolchoamento adequados.
  • Utilização de órteses noturnas

A fasceíte plantar melhora com o tratamento não-cirúrgico?

Sim. Aproximadamente 90% dos pacientes melhoram dentro dos 2-3 primeiros meses de tratamento conservador realizado de forma adequada. Aproximadamente 98% dos pacientes melhoram sem necessidade de tratamento cirúrgico.

Por acaso você se identificou com os sinais e sintomas apresentados?

Agende sua consulta para maiores informações, diagnóstico e tratamento adequados!