Tratamentos » Dermatologia »
Eczemas

Os eczemas são lesões inflamatórias da pele que podem ocorrer por diversas causas: pele seca, ingestão ou contato com determinadas substâncias, tendência genética (atopia), entre outros.

O quadro clínico é muito variável, mas quase sempre há vermelhidão e coceira nas lesões. Nos casos agudos há vesículas (pequenas bolhas de água) e saída de secreção clara. Com a evolução do quadro, ocorre a formação de pequenas crostas. Quando o quadro se prolonga mais surge o eczema crônico, com espessamento e escurecimento da pele, que cursam com muita coceira, necessitando de tratamento efetivo, pois o ato de coçar piora cada vez mais a doença.

Neste grupo também está incluída a disidrose, um tipo de eczema que cursa com bolhas e descamação acompanhadas de muita coceira nas mãos e pés.  Trata-se de uma doença que frequentemente apresenta recidivas e pode ser desencadeada por estresse emocional, micoses, alergias de contato, ingestão de medicamentos etc. É mais frequente em pessoas com histórico de atopia, como asma, bronquite ou rinite alérgica.

Outro subtipo de eczema muito comum é a dermatite atópica. Esta se caracteriza por lesões agudas e crônicas que podem ser localizadas ou difusas e estão muito associadas com o ressecamento da pele e a tendência familiar. Os atópicos possuem menor proteção natural da pele e reagem exageradamente às agressões do meio externo. A localização das lesões varia de acordo com a faixa etária. É uma doença mais comum em bebês e  crianças, mas pode permanecer até a vida adulta.

O tratamento dos diferentes tipos de eczema varia muito e por isso é essencial a avaliação do dermatologista para o correto diagnóstico e tratamento, conduzindo individualmente cada caso.